quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Veterano artista John Severin morre aos 90 anos

De acordo com informações divulgadas pela família, o veterano artista John Severin faleceu aos 90 anos no dia 12 de fevereiro. Ele morava na cidade de Denver, no Colorado, e morreu de causas naturais.


Com mais de 60 anos de carreira, Severin vendeu seus primeiros desenhos em 1932, quando tinha apenas 10 anos de idade. Mais tarde estudou na High Scool of Music and Art na cidade de Nova York, e alguns de seus colegas de classe foram Harvey Kurtuzman, Will Elder, Al Jaffee e Al Feldstein.

Em 1940 John Severin se alistou no exército dos Estados Unidos e serviu nas batalhas do Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial.

Ele trabalhou em diversos gêneros, incluindo quadrinhos de guerra, velho oeste, humor e super-heróis. Foi um dos fundadores da famosa revista Mad, em 1952, e também ajudou a criar outra publicação no mesmo estilo, a Cracked, em 1958. Ele colaborou para a Cracked durante 45 anos.

Um dos poucos artistas remanescentes que fizeram parte dos tempos áureos da editora EC Comics, Severin deixou a editora em meados da década de 1950 quando o mercado norte-americano começou a sofrer pressões e ameaça de censura devido às teorias do psicólogo Fredrick Wertheim em seu livro A Sedução do Inocente, que ligavam delinquência juvenil aos quadrinhos.

Depois disso foi trabalhar para a Atlas Comics, a precursora da Marvel Comics, onde ilustrou séries com histórias do Velho Oeste. Já para a "Casa das ideias", desenhou títulos como The Incredible Hulk, Sub-Mariner e a antologia de guerra The Nam. Durante a década de 1980 trabalhou em The Punisher e Conan e, em 2003, ilustrou a controversa minissérie Rawhide Kid, na qual o personagem do velho oeste foi reimaginado como um herói gay.

Ainda em 2003, ele entrou para o Hall da Fama do Eisner Award.

Por Samir Naliato

Fonte:UniversoHQ

Nenhum comentário: